Alguma coisa….

20 0

Meu nome é Marcela, tenho 28 anos, sou casada com o Reinaldo há cinco anos. Meu marido foi meu primeiro e único homem, tenho um corpo gordinho tipo gordelicia, peso 65 quilos mas para minha estatura de 1,60, ficam bem distribuídos! Seios tamanho G, mas bem durinhos, empinados e rosados, mamilos pequenos e meu marido sabe muito bem tratar deles, tanto que me excitam muito, coxas grossas e durinhas, porque malho bastante, pele quente e macia! Bem isso tudo é baseado no que meu maridinho sempre disse rsrsr.

Moramos em um edifício de apartamentos em São Paulo, meu marido é consultor e eu historióloga, mas não trabalho no momento pois meu marido acha que o homem deve sustentar a casa rsrsr, ainda não temos filhos, dai poder manter meu corpo enxuto e sem gordurinhas localizadas; esse fato que vou narrar aconteceu há uns seis meses e foi único na minha vida. O síndico de nosso prédio é um senhor de cerca de 65 anos, alto, forte, mas nojento e pegajoso, um português que acha que sabe de tudo, que pode tudo, cheio de razão, nunca simpatizei com ele, que tem umas brincadeiras idiotas, como cuspir no chão e mandar o porteiro limpar, sempre abominei esse homem asqueroso e nojento que tanta náusea me causa.

Meu nome é Marcela, tenho 28 anos, sou casada com o Reinaldo há cinco anos. Meu marido foi meu primeiro e único homem, tenho um corpo gordinho tipo gordelicia, peso 65 quilos mas para minha estatura de 1,60, ficam bem distribuídos! Seios tamanho G, mas bem durinhos, empinados e rosados, mamilos pequenos e meu marido sabe muito bem tratar deles, tanto que me excitam muito, coxas grossas e durinhas, porque malho bastante, pele quente e macia! Bem isso tudo é baseado no que meu maridinho sempre disse rsrsr.

Moramos em um edifício de apartamentos em São Paulo, meu marido é consultor e eu historióloga, mas não trabalho no momento pois meu marido acha que o homem deve sustentar a casa rsrsr, ainda não temos filhos, dai poder manter meu corpo enxuto e sem gordurinhas localizadas; esse fato que vou narrar aconteceu há uns seis meses e foi único na minha vida. O síndico de nosso prédio é um senhor de cerca de 65 anos, alto, forte, mas nojento e pegajoso, um português que acha que sabe de tudo, que pode tudo, cheio de razão, nunca simpatizei com ele, que tem umas brincadeiras idiotas, como cuspir no chão e mandar o porteiro limpar, sempre abominei esse homem asqueroso e nojento que tanta náusea me causa.

Meu nome é Marcela, tenho 28 anos, sou casada com o Reinaldo há cinco anos. Meu marido foi meu primeiro e único homem, tenho um corpo gordinho tipo gordelicia, peso 65 quilos mas para minha estatura de 1,60, ficam bem distribuídos! Seios tamanho G, mas bem durinhos, empinados e rosados, mamilos pequenos e meu marido sabe muito bem tratar deles, tanto que me excitam muito, coxas grossas e durinhas, porque malho bastante, pele quente e macia! Bem isso tudo é baseado no que meu maridinho sempre disse rsrsr.

Moramos em um edifício de apartamentos em São Paulo, meu marido é consultor e eu historióloga, mas não trabalho no momento pois meu marido acha que o homem deve sustentar a casa rsrsr, ainda não temos filhos, dai poder manter meu corpo enxuto e sem gordurinhas localizadas; esse fato que vou narrar aconteceu há uns seis meses e foi único na minha vida. O síndico de nosso prédio é um senhor de cerca de 65 anos, alto, forte, mas nojento e pegajoso, um português que acha que sabe de tudo, que pode tudo, cheio de razão, nunca simpatizei com ele, que tem umas brincadeiras idiotas, como cuspir no chão e mandar o porteiro limpar, sempre abominei esse homem asqueroso e nojento que tanta náusea me causa.

Deixe uma resposta